Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Bem... nesta semana eu não tenho dormido nada --'

No domingo à noite, deitei-me às 01:00 da manhã... --'

Na segunda de manhã, acordei às 12:54... e deitei-me lá pas 00:00

Na terça de manhã, acordei às 10:30... e deitei-me às 00:30.

Na quarta de manhã, acordei às 08:00 porque os meus pais tinham que ir trabalhar --' e deitei-me às 01:15.

Na quinta de manhã, acordei às 07:00 pa ir pa escola... e deitei-me às 00:30, e mesmo assim, para adormecer foi muito comlicado (*).

Na sexta de manhã, acordei às 07:30 (acordei meia-hora mais tarde...) e deitei-me às 00:00 e tal...

E hoje de manhã, acordei às 13:00... dormi 13 horas! O meu recorde!!! xD

 

(*) Bem, na quinta-feira... foi um dia mau... Na escola foi mau, em casa pior. Na escola gozaram comigo por causa de uma cena... mas eu nem me quero lembrar disso... e fiquei a tarde inteira com má cara... apesar de me rir quando diziam piadas e cenas assim... aquela espada incravada na garganta magoava-me imenso... e tinha que a tirar, gritar e depois esconder-me na porra do buraco. Ou talvez desaparecer do mapa... Tava com uma lágrima no canto do olho... estava mesmo quase a deitá-la cá para fora quando a santinha que anda a nadar no meu cérebro, falou mais alto:

Oh parva! Para quê?? Para que é que vais chorar?? Isso só demonstra que és fraca, e além disso ainda te vão chamar de coitadinha... e tu não gostas que te chamem coitada... Não chores, ignora!!! E sorri-lhes!! Mostra lá o sorriso para eles virarem pó!.

 

Mas eu não sorri... apenas mandei as lágrimas irem dar uma curva, e lá foram elas todas furiosas por não sairem da toca. O sorriso... esse é que não me saiu. Não consegui, estava com demasiado... uff!! Raiva!! Estava furiosa!!! Comecei a respirar devagar, para não me irritar demasiado... inspira... expira... mas o meu coração só saltava!! Bolas!! E agora?? Levantei-me, só para não mostrar que não era inferior. Fugir?? Não, é melhor não fugir... assim veem atrás de mim na mesma, e de qualquer das maneiras, vou ter que voltar, para ir às aulas. Bah!!! Olhei-os furiosa. Quase que ia explodir... e fui-me a eles!!!!!! Só não lhes dei um pontapé porque sabia que o meu pé minorca não ia chegar àquele sítio... Arggg!!!!!!! Inês acalma-te! Eles vão parar!! Nã! Não vão parar!! Cala-te óh santa, a diaba tem razão!! Ah, pois... a diabinha também falou, claro:

Vai-te a eles!! Deixa-os todosss negros!! E vão se arrepender de ter nascido!! Dá-lhes um pontapé!! E um estalo!! Não, um estalo não... um murro!!! MUAHAHAHA!!!!!

Lol! Nem a santinha, nem a diabinha ajudaram... Para além de não ter acertado em nenhum deles... também não me acalmei. Bolas!! Quem me manda ter um cérebro cheio de água e loiro?? Gostava imenso de ter respostas... fogo! Gostava de dar uma barra aqueles anormais, para não dizer idiotas... porque de idiotas não teem nada.

Idiota - Pessoa que tem muitas ideias, inteligente.

Pois... não, isso não está no dicionário!! xD Está no meu vocabulário. Sempre que me dizem "És uma idiota!!" Eu aceito como um elogio, e fico muito contente.

Continuando...

Porra!! E agora?? Estou na porcaria do buraco... o problema é que o buraco, tem muitos sítios por onde entrar, logo, todos me veem --'. E agora?? Bah!! Vou me sentar a ler o jornal, como se nada fosse... Ler o jornal? --' Onde fui buscar essa ideia? Vou mas é sentar e olhar para os rapazes a jogar pingue-pongue. Bah... nem estou a tomar atenção ao jogo... Vamos olhar 'pos pássaros... Um periquito azul, voou até à fêmea. Que queridos... aqueles dois é que estão bem felizes! Ali ninguém os chateia... Bolas! Intruso! Sai dai! Deixa os "miúdos" namorarem!!! --'

"Ah! Ah! Ah! Ah!"

Okay, eles agora teem que admitir que era um riso bastante forçado vindo daqueles da garganta deles...!!!

 

...

 

A Rita estava doente na quinta-feira --' Coitada!! Já estava com saudades dessa maluca! Lool...

 

...

 

Cheguei a casa, cansada... e vim pó quarto. Comecei a olhar pós posters espetados na parede. Mas um som vindo do quarto da minha mãe despertou-me a atenção.

"Pois... mas ela está lá. Sim, no hospital Santa Maria. Pois. O Cardoso (o meu tio) bla bla bla (não percebi o que disse agora). Sim. Coitada da Clotilde, ainda por cima faz anos na segunda."

 

Okay. Estou realmente muito assustada. O que se passa com a minha tia?? Ainda por cima, a minha preferida...  A partir daí, o meu coração começou aos saltos. BOLAS!! ALGUÉM ME EXPLIQUE O QUE SE PASSA???? Vá lá, mãe! Desliga o telemóvel para eu ir já perguntar o que se passa!! Fiquei um bom bocado a ouvir a conversa.

"Pois... A Clotide é mesmo azarada..."  Ah! Azarada... já vi a quem sai!!

Detectei algum nervosismo na voz da minha mãe. Okay... O que se passa????? Porra! Não aguento mais!

Assim que ela desligou o telemóvel, eu quase que arrombava a porta do quarto.

- O que se passa???? Quem está no hospital????

- A tua tia Clotilde.

- O QUE TEM ELA????

- A tua tia, teve um indício de um...

Não disse mais nada. Apenas apontou para o coração. E eu confirmei com o coração aos saltos:

- Ataque... Cardiaco??

- Sim.

Oh não!! Mas é que nem pensar!! Não pode ser!!! Porquê?? Porque é que tudo aquilo que amo, vai com a porcaria de um ataque cardiaco??? Foi o meu gatinho Billy, foi a minha companheira Ruca... Bolas! Quem foi o cabrão que magou o coração da minha tia?? Quem a ofendeu?? Quem fez com que ela tivesse um ataque destes?? Eu mato-o!!! Ela até é uma pessoa muito bem disposta... Está sempre a rir... quando estamos as duas juntas é só macacada... a minha mãe nem distingue quem é a sobrinha e quem é a tia. Ela com 50 e tal anos faz o pino de cabeça!! OMG!! É mesmo doida! Já vi a quem sai... xD Azarada como eu, doida como eu... E bonita. Para a idade que tem, é muito bonita. E ela sempre me apoiou quando eu quis entrar na acrobática. Foi ela quem me ajudou ao máximo. Foi ela que me tentou ajudar a fazer o pino, sem medo. E consegui. Foi ela que me tentou dar mais flexibilidade. Realmente, ela dava uma excelente stora de acro lol. Foi ela que também me apoiou na entrada para a patinagem e saída da acrobática. Fogo! A vida é tão, tão injusta! A porcaria da saudade foi inventada para dar lugar à dor... Já não a vejo desde o dia de anos da minha sobrinha! Agora que ela vive mais perto de mim... vejo-a com menos frequência!! Com 2 km de distância! E antes eram 30/40 km de distância e todos os fins-de-semana, via!! Tão perto, mas mesmo assim tão longe...

Mal consegui jantar. Não tinha muita fome. Aquilo tudo, roubou-me as palavras. E pela segunda vez, senti aquele nó na garganta. Não igual aquele de quando estavam a gozar comigo, mas sim o outro... o primeiro nó que me sufocou a sério. Quando a Ruca partiu, senti este mesmo nó. O nó foi igual. A Ruca e a minha tia, são muito semelhantes. Ambas malucas, doidas, sempre jovens, cómicas, alegres... enfim! Quase gémeas, aquilo que as distingue... é a forma humana da forma canina. Assim que me fui deitar (00:30) precisava que algo doce. Que me aquece-se o coração. Fui buscar um chocolate. E lembrei-me daquilo que uma vez a minha tia me disse quando a Ruca partiu:

"Comprei-te um chocolate. Toma. Para ver se te animas."

Assim que ouvi aquilo nos meus pensamentos... lá vieram as primeiras lágrimas de dor. Fogo como doi! E apesar do meu quarto estar frio, eu transpirava. Estava cheia de calor. Tentei adormecer, mas rebolava de um lado para o outro. Não tenho sono! Olhava para o tecto... não valia a pena... tentei ver TV... tava sem vontade. Ouvi música. Tentei-me alegrar. Não podia ouvir a "In The Arms Of An Angel"... essa música iria-me fazer piorar...

 

Sexta-feira de manhã acordei estoirada... alooo!! Quero dormir! Não quero ir à escola!! Acordei, muito mesmo mal disposta. Com dores na barriga e no coração. Lá fui eu. Vesti-me e fui pa escola quase a chorar só de me lembrar...

 

E lá estava a Mafy, a Vicky, a Orlanda, o Max, a Tânia e já não me lembro mais quem... Olharam todos para mim. O Max começou a gozar comigo. Mas eu só estava com vontade de chorar. Fui para um sitio qualquer e enconstei-me à parede... E ali fiquei até tocar... Depois, apareceu a Rita. Que alivio! Estava melhor! Fui a correr para os seus braços.

Fomos para a aula. E ali ficámos.

- *bla bla bla* juntem-se em grupos - disse a stora.

E juntámo-nos.

Enquanto a Tânia e a Vanessa trabalhavam.. eu não conseguia... estava cansada, triste... tudo! Fogo! Quase que chorava... e a outra parte pior, era que a Mafy pensava que eu estava chateada com ela... :(

E eu perguntei:

- Mafy... estás zangada comigo? - Perguntei, quase a chorar e com a voz a tremer...

- Tu hoje não me ligas nenhuma.

Virei-me pa frente. Eu não lhe contei o que se passava. Porque se contasse, começaria a chorar no meio da aula...

Na aula de história, mandei o meu mini bloco das conversas a dizer: "Olha, eu não estou zangada contigo, okay? Só acordei mal-disposta" e já não me lembro o que disse mais... E ela respondeu "Está bem... mas ve lá se te acalmas!!" E eu ainda lhe ia dizer: "Se eu te contasse o que se passava, eu começava a chorar" Mas não escrevi nada, porque se não ia começar mesmo a chorar...

 

E isto tudo se resume a uma semana de doidos... peço imensas desculpas...

- Por o post ser grande;

- Por parecer que estava chateada com a Mafy;

- Por não ter aproveitado todos os tempos que passei com a minha adorada tia...

- Por tudo o que fiz mal e o que não fiz.

Amo-te tia... as melhoras e eu sei que tu és capaz... tu és mais forte do que essa porcaria.

E afinal, não era um ataque cardiaco... foi um AVC...


Hoje sinto-me Triste...

By Inyy* às 17:30 | link do post | Say something ♥

More about me
posts recentes

Blog novo!

True...

Memories

Freedom

Memories ♥

Junho 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Este Blog NÃO adoptou o novo acordo ortográfico ♥