Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

Hoje foi sem dúvida um dia horrivel...

Bem, o teste de FQ... correu mais ou menos e o de matemática a mesma coisa...

Depois... ah! Vou directa ao assunto!

Eu estou farta do meu grupo de amigas, simplesmente não se faz nada... parecemos bebés a jogar às cartas e a fazer figuras tristes... então, em silêncio sem dizer uma única palavra, fui ter com a Vicky e começámos a falar em inglês. Para minha surpresa, falei inglês a conversa inteira e percebia sempre o que ela dizia... OMG! Desde quando é que eu falo inglês?? xD

Bem... e fomos as duas para o ginásio novo. A minha Pipoca estava a jogar basket toda contente... sabem a novidade? Fez as pazes com o Max =)

 Finalmente! Não gosto de ver melhores amigos chateados, muito menos ela com o Max, porque ela ficou mesmo muito abatida com o que se passou na semana passada...

 Joguei basket e soube-me bem. Foi um intervalo divertido.

Na aula de EV... bem eu passei-me e ia levantando-me para dar um estalo (ou talvez um murro) na fuça do André... estava mesmo a precisar. Mas não quero falar nisso...

 

Quero falar daquilo que me fez doer o coração. Que me o apertou e fez com que ele se partisse mais uma vez...

  Lembram-se de eu dizer que ia dormir a casa da Mafy??? Bem... a minha mãe agora vem com desculpas estúpidas... e eu... não... vou...

  Quando ela me disse aquilo, parecia que uma pedra me tinha esmagado. A minha garganta formou um nó e o meu coração... puff!!! Não consegui dizer nada... olhei-a nos olhos e comecei a chorar. Fechei os olhos tentanto parar de chorar, mas foi como se me tivessem espetado uma faca nas costas. Doeu. Foi com tamanha força que podia me ter partido o corpo em pedaços.

  De repente, o mundo escureceu. E eu... corria. Não sei, mas corri tão rápido à procura de qualquer coisa. Corri, percorri os meus braços, ombros, garganta, pulmões... procurei o meu coração no local onde ele supostamente deveria estar a bater. Mas ele não batia. Nem sequer lá estava. Fugi pela garganta, mas o nó apertou tanto que não consegui fugir. Não tive alternativa. Fiquei ali sentada à espera que algo acontece-se...

  No meio da minha cama, deitada de barriga para baixo com a cabeça no meio das 5 almofadas, nem uma palavra disse. Chorava. E gemia. Não conseguia falar... apenas gemia. Nunca fiquei tão... mal. Aquilo doeu mesmo. "Não". Após uma semana quase inteira a ouvir: "Sim" "sim" "sim" "sim" "sim"... ouvir um "Não"... eu e Mafy estávamos completamente entusiasmadas... eu nem consegui dormir esta semana por causa disso. Ainda não contei à Mafy... mas decerto que ela vai ficar muito chateada comigo...

 

 

AMO'TY MAFYYYYYYYYYYY!!!!!!!!!!!!!!!!!!

(ataque de hesterismo xD)

Iupiiiiii amanhã, vai ser o melhor dia de sempreeeeeeeeeee :)))))

 

E dizia eu que era azarada xD

 

Muitossssssss beijinhosssssssssssss e até domingo (ou segunda) !!! (xD)

 

Bom Carnaval! @

Beijinhosssssssssssssssssssssssssssss (mais uma vez xD)



By Inyy* às 20:40 | link do post | Say something ♥

1 comentário:
De alexandre fernandes a 12 de Fevereiro de 2010 às 11:21
Pois, acredito que não seja lá muito confortável =/


Comentar post

More about me
posts recentes

Blog novo!

True...

Memories

Freedom

Memories ♥

Junho 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Este Blog NÃO adoptou o novo acordo ortográfico ♥